segunda-feira, 23 de Abril de 2012

amanhã - meditação pela mudança


terça-feira, 24 de Abril - 18h30


Meditando pela Mudança é um dos projectos que surgiu na 1ª Assembleia Popular pós-despejo dos ocupantes do Projeto ESpaço COLetivo Autogestionado (ES.COL.A da Fontinha), que teve lugar no dia 20 de Abril de 2012.

Acreditando que o mundo pode mudar em prol da comunidade/humanidade que nele habita, um grande grupo de pessoas percebeu e quiz chamar a atenção que, para o Mundo mudar o seu rumo, também é necessário que nós mudemos a nossa atitude face a nós próprios, aos que nos rodeiam, ou seja, à VIDA.

Este projecto baseia-se numa meditação colectiva que terá lugar em frente à Câmara Municipal do Porto, num encontro por semana.

Sem o uso de substâncias ilícitas ou alcool, sem recorrer à violência ou à festa e sem impedir a livre circulação das viaturas e dos pedestres, é pedido às pessoas que se juntem com o simples propósito de dar o exemplo, a todos os que vão estar a circular na rua durante o tempo de silêncio, que é possivel mudarmos o mundo se começarmos por nos mudar a nós proprios.

Na nossa humilde opinião e afinidade, acreditamos que esta é uma das “vias” para facilitarmos o processo de mudança (radical) que se espera. Sentimos, também, que nestes momentos de grande tensão e profundo descontentamento social é necessário que cada vez mais pessoas estejam centradas em si para que a raiva e a cólera, muitas vezes derivada de problemas e emoções não resolvidas em nós, não tomem conta das nossas acções, podendo assim construir uma mudança baseada no Amor pelo Colectivo e não no Amor “pelo meu umbigo”.

Meditando pela Mudança é uma iniciativa que pode ser implementada noutras cidades para além do Porto mas é-vos pedido que promovam estes encontros no espaço em frente às Câmaras Municipais da vossa área de residência de forma a chamar a atenção sobre este propósito ao máximo numero de pessoas. Se possivel, seria bastante interessante promoverem esta meditação colectiva e GRATUITA nos mesmos dias e no mesmo horário, sendo isto um bom ponto de partida para a união e coesão pretendidas.

É de realçar que a meditação pretendida baseia-se no silêncio como forma de protesto não violento.
Sejam bem-vindos!

Sem comentários: